Be Well de Marta Wahnon

https://www.u-fit.pt/2018/08/o-be-well-de-marta-wahnon/

Chama-se Marta Wahnon, tem 44 anos, é mãe da Benedita e formada em Comunicação Empresarial. O Be Well by Marta Wahnon nasceu sustentado numa partilha de experiências e, pelo seu resultado tão positivo, Marta não poderia guardá-lo só para si. A partilha e procura foram aumentando e atualmente a sua dedicação é plena. Ao fim de quase dois anos, Marta diz que está ciente que ainda é só o começo. “Há um longo e desafiante caminho pela frente, mas tratando-se do bem-estar e equilíbrio dos nossos clientes, acredito que a marca deva estar num patamar semelhante. O que muitas vezes implica paciência e, embora com alguma pressão por parte dos mesmos, temos consciência da importância do valor das experiências antes de as partilhar e não abdicamos disso”.

Como é que surge a ideia de partilhar nas redes sociais receitas e opções de comida essencialmente saudável?

A partilha que faço é essencialmente sobre exemplos de pratos equilibrados, que podemos criar para cada uma das refeições. Uma vez que faço disto a minha profissão, são poucas as receitas que partilho, guardo-as na maioria para workshops ou para incluir em novos planos alimentares. A ideia surge precisamente pelo gosto que tenho naquilo que fazia enquanto passatempo e que, com o tempo, se tornou um trabalho a full time.

Considera que a alimentação saudável é algo que as pessoas procuram seguir cada vez mais?

Sem dúvida e ainda bem! A clássica frase “nós somos aquilo que comemos” não pode estar mais em voga e colocada em prática, presente na mesa de muito boa gente! Não apenas por questões de boa forma física, porque é verão. Acima de tudo como um alerta geral, envolvendo gerações distintas preocupadas com a saúde e o bem-estar que, por consequência, querem saber onde e como conseguir comer melhor.

O que considera realmente importante para que as pessoas se identifiquem com a sua página?

Acima de tudo que seja real. Que aqueles que seguem a página saibam que aquilo que partilho, quer seja no Instagram ou nos posts do blogue, é totalmente genuíno. Ninguém é perfeito, há dias que vou ao ginásio e se calhar o entusiasmo não é semelhante à última vez e confesso isso aos meus seguidores, mas não deixo de ir porque não há sensação como “dever cumprido”! Acredito que, para tornar a página cativante, seja relevante um conjunto de itens. Todos gostamos de um bom prato mesmo que se trate de uma salada.

Em que aspetos o Instagram, como uma plataforma atual e muito intuitiva, pode ajudar na partilha de conteúdo interessante?

O Instagram, no meu caso, é o canal aberto e direto que tenho para comunicar com o meu público. Onde posso partilhar, mas também receber feedback do meu trabalho. Tem utilizações muito eficazes aliadas ao aspeto estético, porque os olhos também comem!

O que é os seguidores podem esperar da sua página?

Be Well by Marta Wahnon é um projeto relativamente recente e graças a Deus está a correr bem! Os seguidores são um dos exemplos disso, iremos continuar a trabalhar nesse sentido, de forma a criar uma maior capacidade de resposta e apresentar novas ideias e sugestões para a rentrée pós Verão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.